Paulo Franke

16 outubro, 2012

I. República Checa/Tcheca - mais um novo país visitado.


Desta vez meu voo barato foi pela Lufthansa desde o aeroporto de Helsinki, em Vantaa. Novamente, o check-in às 04h30 da manhã forçou-me a dormir no aeroporto, como outros passageiros que vivem longe da capital.



Planejei a viagem para Praga - associando turismo em um país novo com o congresso europeu do Exército de Salvação - com 6 horas de escala na cidade alemã de Munique. Como nunca visitara a famosa capital da Bavária, passear por ela durante horas parecia uma escala ideal e bem do meu gênero.


É assim que eu esperava encontrar o aeroporto de Munique...


... mas foi assim que o encontrei.


A famosa Oktoberfest terminara há dois dias, assim o aeroporto estava com um fluxo normal de passageiros, ainda bem!


Com a chuva torrencial lá fora, o jeito era passar horas no terminal e explorar o que poderia haver de interessante à volta, como as muitas cantinas de café - oferecidos gratuitamente - gentileza da Lufthansa, o que nunca vi em outro aeroporto por onde passei. 


Era só apertar no botão da preferência e servir-se de variados tipos de café e também chá a escolher o sabor.


"Lendo um jornal em alemão" enquanto fazia um lanche...


Belos carros em exposição...


Outro modelo novo (neue).


Perguntei a tradução do que estava escrito neste, mas já me esqueci...


Claro, nem entrei nesta butique da Chanel, mas a foto é para as minhas leitoras femininas.


Muitos brasileiros viajando e o nosso idioma ouvido aqui e ali. Mas de repente, aproximei-me deste grupo simpático de jovens nadadores do Corinthians, indo para uma competição internacional na Suécia. Pena que não lhes ensinei em sueco uma só palavra, muito usada por lá: "bra!", que significa bom, legal! Viva o BRAsil!


Ferrero Rocher, um carinho de chocolate, mas meio carinho... 


Passar pela Alemanha sem comer os famosos "Prezel" ficaria incompleto.


Depois de dormir em bancos para tentar recuperar o sono insuficiente da noite anterior, até os gritos de crianças ali perto não me incomodaram. Acordando, fui fotografar o aviãozinho que meus netos menores teriam curtido muito.


Outra novidade deste aeroporto especial - cadeiras reclinadas para descanso dos passageiros. Sentei-me ao lado de uma senhora iraniana, residente em NY mas a caminho do Irã para o velório de sua mãe. Ao fim da longa conversa, prometi orar por ela. Sua reação me surpreendeu... começou a chorar de emoção e gratidão.


Não conheci a Bavária, mas o Bavária Bar em Pelotas-RS é histórico para mim... Foi onde, em 1961, juntamente com meus novos amigos eu ia sendo introduzido ao álcool... whisky, vodka etc...


Estas duas fotos tirei em uma das vezes em que visitei minha terra natal ultimamente. Enquanto bebia com amigos, um oficial do ES ofereceu-me uma literatura e aquele encontro considero que foi o primeiro dos três passos que me fizeram, no ano seguinte (1962), ingressar no Exército de Salvação. Bavaria Bar, um marco histórico na minha vida espiritual.


As horas passaram-se rapidamente no confortável terminal do aeroporto de Munique, e logo eu estava no respectivo Gate para embarcar para Praga, cidade com o nome em português muito feio mas uma das capitais mais lindas da Europa, com certeza!

------------------------------------

Link para meus novos leitores:

Quando, como e por que ingressei no Exército de Salvação:

http://paulofranke.blogspot.fi/2008/05/quando-como-e-por-que-ingressei-no.html

-------------------------------

Próxima postagem, a ser publicada em dois dias:

Pelas ruas e pontes de Praga.

----------------------------------

4 Comments:

  • Mais um inicio de, me parece, um longo e interessante passeio acompanhado de momentos espiritualmente importantes!
    Vamos lá amigo, já apertei o cinto, vamos decolar.
    Yara

    By Anonymous Anônimo, at quinta-feira, outubro 18, 2012 3:39:00 PM  

  • Aaaaahhhhhhhh....que loja, hein? Amigo, estas indo para uma das cidades mais lindas do mundo!!! E ainda passando por München, não tem preço!! E o Prezel, que saudade da minha sogra alemã!!! Fazia coisas na cozinha que me encantavam, mulher de fibra nascida na Floresta Negra, poxa! :( saudades!
    É amigo, parece que ficarei presa nas suas encantadoras aventuras, como sempre!
    Estarei lendo e muito obrigada por avisar!
    Grande aBRaço
    Maria Thereza

    By Blogger Maria Thereza, at quinta-feira, outubro 18, 2012 8:28:00 PM  

  • Paulo, que gostoso poder rever todos os mesmos lugares onde voce esteve e registrou com tanto charme... e onde eu estive há exatos 12 meses atrás... Obrigada pela ótima lembrança! Saudades. Ady.

    By Anonymous Adelaide Heinzle Redfern, at sexta-feira, outubro 19, 2012 5:24:00 PM  

  • Adorando o início dessa viagem!
    Como sempre me pega pelo fio que conduz suas viagens heim meu amigo!
    Lá vamos nós pra próxima parte!

    By Anonymous evelize volpi, at domingo, outubro 21, 2012 2:22:00 AM  

Postar um comentário

<< Home