Paulo Franke

01 março, 2015

"En Avant!"... ALBERT CAMUS e o L'Armée du Salut (ES).


Tenho uma amiga conhecida de muitos anos, contato praticamente perdido há outros tantos mas que o Facebook resgatou. Brilhante, perspicaz, bondosa, num destes dias ela publicou uma foto rara no seu mural, mas que podia dizer respeito também ao atual momento brasileiro... O famoso Albert Camus, Premio Nobel de Literatura em 1957, lendo interessado um jornal chamado En Avant! (foto abaixo)

Albert Camus en 1945 /Photo René Saint Paul/Rue des Archives


Comuniquei-me imediatamente com ela, em outras palavras contando-lhe que o jornal que Albert Camus lia, na foto de 1945, era-me mais familiar do que o proprio filósofo francês.
Houve entre nós uma saudavel discussäozinha... ela achando que eu estava enganado em fazer a conexäo de Albert Camus com o L'Arme du Salut e seu órgäo oficial En Avant! e eu assegurando-lhe de que estava coberto de razäo, pois como editor do jornal no Brasil - naquele tempo Brado de Guerra - durante dois termos de 4 anos, sabia do que estava falando. Outra prova a que me apeguei... o escudo do ES, à direita no jornal, escudo esse que uso no meu uniforme há pelo menos quatro decadas.


Busquei no Google meu argumento e eis que acho esta foto de um antigo salvacionista francês em pose com o En Avant!
Chegamos enfim a uma "conclusäo", ainda que eu näo estivesse plenamente satisfeito... "Quem sabe, Albert Camus lia algo sobre um tipo de participaçäo da nossa obra durante La Resistence... dai ler o jornal."


Em um dos nossos exemplares, publiquei o nome de nosso jornal em diferentes paises, sempre o mesmo Brado de Guerra, com exceçäo da obra em países de lingua espanhola, El Cruzado, e da França, EN AVANT!


Certamente havia sido La Marechale, como foi chamada a filha do Fundador William Booth, Catherine Booth, pioneira da obra em solo francês, que inventara o nome En Avant! para a publicaçäo. O livro acima foi publicado pela Editora Betania e nele o autor narra o glorioso inicio do militante L'Arme du Salut.



Näo somente fui o editor do jornal no Brasil, mas também o vendi em bares e restaurantes em pequenas e grandes cidades onde trabalhei (observe o escudo sobre meus ombros como também no meu quépe). Na foto, na Finlândia, a sua distribuiçäo é feita com um cofrinho para as pessoas depositarem a sua doação, e não em bares ou restaurantes,  mas em shopping centers, Aposentado há quase dois anos neste pais, não mais participo desta atividade que me foi costumeira durante tantos anos. Tenho gratas memórias da mesma, principalmente por ter conhecido muitos politicos, artistas do cinema nacional ou do teatro, compositores e muita gente VIP, com quem troquei algumas palavras, principalmente quando trabalhei no Rio de Janeiro em 1969 e em São Paulo por muitos anos. Naquele ano, vendendo o jornal no bairro carioca do Leblon, fui citado pela revista Pasquim.

BRADO DE GUERRA - CONTRA TODO O MAL.

Certa vez inovei na sua difusão... A cada vez que precisava ir ao aeroporto em Sao Paulo, colocava alguns exemplares nos bancos vazios ao lado de passageiros que esperavam o seu voo ser chamado. Certa vez, voltei para verificar se por acaso havia alguém o lendo. Lembro-me da surpresa que tive certa vez ao ver uma fina senhora, muito bem trajada, lendo um artigo do jornal. Aproximei me para averiguar que tipo de artigo estaria ela lendo (quem sabe um dos artigos que eu mesmo escrevera... rsrsrs) Curiosamente a vi lendo interessada o artigo sobre o falecimento de uma de nossas oficiais, publicado naquele número. Que alcance tinha a nossa literatura! louvei a Deus por isso. Uma senhora certamente importante lendo interessada acerca de outra, uma humilde salvacionista de Minas Gerais!

EN AVANT! EN AVANT! 

Em um sentido, o que acabo de escrever fornece uma boa conexão para  Albert Camus lendo o EN AVANT!

Com meu neto nesta manhã, ele bem mais fluente do que eu no idioma francês, busquei um link sobre o assunto, providenciado pela amiga Reine Luce, filha do grande líder que o ES no Brasil teve, Comissário Gilbert Abadie (ver link abaixo sobre a vida deste homem de Deus que foi soldado do exército francês e prisioneiro nazista durante a Segunda Guerra).

Ela, na França, pesquisou e enviou-me o link abaixo. 
 Merci beaucoup, Reine-Luce!
Nele lemos algo precioso que mostra que Albert Camus interessava-se de alguma forma pelo ES e citou a nossa igreja-organização algumas vezes em suas obras. Abaixo, uma citacão na sua biografia, Albert Camus, a life, de Olivier Todd.

Strolling through the village of Chambon, Camus and Grenier passed  a Salvation Army poster that said, "God is looking for you" and Camus wisecracked, "He wouldn't be looking for me if he hadn't already found me."

"Caminhando sem pressa atraves da cidadezinha de Chambon, Camus e Grenier passaram diante de um cartaz do Exército de Salvação que dizia "Deus está procurando você", e Camus disse em tom de piada: "Ele não estaria procurando por mim se já nâo me tivesse achado."

Too many have dispensed with generosity in order to practice charity.
 Albert Camus
Muitos têm dispensado a generosidade ao praticar a caridade.

Autumn is a second spring when every leaf is a flower.

O outono é a segunda primavera, quando cada folha se torna uma flor
Albert Camus

___________________

L i n k s

Sobre Albert Camus, inclusive seu interesse por futebol e sua visita ao Brasil:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Albert_Camus

"Gilbert Abadie, homem de Deus na Segunda Gerra Mundial", em 4 partes:



4 Comments:

  • J’ai scanné cette photo à partir d’un article du journal “Le Monde” ou plus probablement de son supplément littéraire, “Le Monde des Livres”. Ce devait être en janvier 2012 si j’en juge par les “propriétés” du fichier où elle figure sur mon ordinateur.

    Les indications portées étaient les suivantes : “Albert Camus en 1945 (Photo René Saint Paul/Rue des Archives)”.

    L’illustrateur de l’article n’a pas semblé, ou désiré, identifier le journal lu par Camus. J’ai pu le faire car le titre “En Avant !” et le logo de l’Armée du Salut m’ont sauté aux yeux : j’ai été moi-même salutiste pendant mon adolescence, dans les années 50, période lors de laquelle j’ai d’ailleurs connu des Abadie…

    Je ne sais rien de plus sur cette photo, que j’ai reprise pour la simple raison qu’elle m’a touché. Elle résonnait avec le ton général que je voulais donner à cette page de mon site.

    Cordialement,

    Jean Alexandre

    I scanned this foto from an article of the newspaper "Le Monde" or most probably of its literary supplement called "Le monde des livres". It must have been in January 2012, according to the information on the file where it is in my computer.

    The caption was: "Albert Camus in 1945 (photo René Saint Paul / rue des Archives).

    The author of the article didn't seem to identify the newspapar Camus was reading - or maybe did not wish to do so. I was able to do so because the title "En Avant" and the logo of the Salvation Army immediately caught my eye: I was in the Salvation Army during my adolescence in the 50's, and at the time I met people named Abadie...

    I don't have any further information on that photo, that I used for the simple reason that it touched me. It had something in common with the general tone I wanted to give this page of my site.

    Copia do email trocado com a amiga Reine Luce e o dela com quem publicou a foto.

    By Blogger paulofranke, at sábado, junho 29, 2013 7:59:00 PM  

  • Genial e abençoador, caríssimo Paulo Frank! Auguro guardar o meu "melhor tempoi" p/ continuar me atualizando através do teu blog! O q vc escreve, além de tudo, é fundamental! Baliza! E muitíssimo me interessa, simplesmente (e além de tudo) por ter tido experiências semelhantes! E saber, 'a latere' da vida deste 'Prêmio Nobel' ajuda-nos, por amostragem, a demonstrar a magnífica qualidade da literatura salvacionista que conhecemos, desde sempre! E ainda, a literatura da qual vc. tem feito parte como apreciado autor (...)! Gratíssimo pela referência...! Albert Einstein, Albert Camus...! Egoisticamente, continuo 'na fila', aguardando 'outras oportunidades' - quem sabe, um outro Albert...?! Por exemplo (permita-me a dica):- a Rainha Elizabeth II num dos eventos salvacionistas - que, evidentemente ocorreram no Albert Hall em Londres!Abraços. Jav.

    By Blogger paulofranke, at terça-feira, julho 02, 2013 7:41:00 PM  

  • Muito interessante.

    By Blogger Deborah Miranda, at terça-feira, abril 07, 2015 1:24:00 PM  

  • Essa foto é bem interessante mas não se acha muita coisa no Google a respeito do envolvimento de Camus com a instituição. O seu blog é o que mais oferece informações a respeito.

    By Blogger carol, at sábado, janeiro 14, 2017 1:31:00 AM  

Postar um comentário

<< Home