Paulo Franke

16 setembro, 2015

1. Do Castelo de Häme (Finlândia) ao Castelo de Windsor (Inglaterra).


A cidade de Hämeenlinna, onde moramos, tem este nome porque nela se encontra o castelo (linna) medieval de Häme (região onde se situa).


E assim, como minha próxima viagem,  planejei visitar outro castelo, o de Windsor, na Inglaterra. Fazer escala por algumas horas em Windsor, no caminho para a minha destinação, não custou mais caro, regalia daqui desta terra onde as passagens pela Europa são baratas.


Voando novamente pela Norwegian Airline, a que digo que tem cultura em suas asas, referindo-me às pinturas de personalidades destacadas da Escandinávia. A primeira vez em que viajei por esta companhia foi à Islândia.


Quando visitei pela primeira vez a Inglaterra - para fazer o curso para oficiais no ICO em 1973 - nunca imaginaria que faria tantas outras viagens àquele país.


Em uma das viagens no início dos anos 90, quando vivíamos na ilha de Åland,  fui convidado pelo líder europeu da Wesleyan Methodist Church a visitar a cidade de Windsor, perto de Londres. Muita chuva naquele dia de outono...


Exatamente naquela semana houve o grande incêndio no castelo de Windsor, por isso estava vedado à visitação.


Desta vez, aterrissando no aeroporto de Gatwich, tomei o trem que me levaria à cidade de Windsor. Chegando, conferi as belezas daquela cidade típica inglesa.


Situada à volta do castelo de Windsor, de cada canto da cidade pode-se avistá-lo (acima).


No meu passeio antes de adentrar o castelo, vi o Teatro Real.


E sempre à pé, fui à beira do rio que banha a cidade apreciar os cisnes, em grande quantidade.


E almoçar com tão bela paisagem a fome foi maior.


Claro, fui em um restaurante que servia o prato mais popular da Inglaterra, "fish and ships", peixe frito com batatas fritas, delícia pura imperdível sempre que vou ao Reino Unido!


Os cisnes vêm em busca do que os turistas lhes atiram e até eu joguei-lhes uma batata frita.


Então dirigi-me ao motivo principal da visita à Inglaterra... o castelo de Windsor.


Uma das residências da rainha, a bandeira inglesa não tremulava, o que sempre acontece quando ela está no palácio. A rainha estava visitando a Escócia.


Dirigindo-me à entrada do palácio, não perdi a oportunidade de fotografar as belezas da cidade.


Flores suspensas por toda a parte, mesmo diante da porta do mercado construído em 1897.


Uma loja escocesa, que me deu saudade de Edimburgo!


Em uma rua próxima à entrada do castelo, ao fundo uma igreja anglicana.


Beleza de ruela!

 

A Rainha Victoria, tataravó de Elizabeth, à entrada do castelo.


Do outro lado, um edifício com a estátua da Rainha Elizabeth, cujo reinado tem ultrapassado o da Rainha Victoria... 63 anos!!


O mapa do castelo com o bilhete de entrada, para um "over 60":  17.30 libras esterlinas, para adultos 20.00..


O castelo de Windsor visto do alto (foto Google).



Postais de Windsor Castle.



Com a devida permissão, fotografei os que davam boas-vindas aos visitantes (alguma coisa sobre a cabeça deles lembrou-me o uniforme do The Salvation Army).


E assim eu adentrava o famoso Castelo de Windsor pela primeira vez.


Munido de fones, havia muito o que ver e ouvir de sua história.


Foi-me perguntado em que língua eu preferia... português do Brasil, optei.


Olhando de perto as grandes torres do castelo, moradia da rainha.



Tudo com muita classe.


A capela em memória do Rei Alberto.


Soldados com seus uniformes vermelhos vêem-se a todo o momento.


A suntuosa Capela de São Jorge.


Foi onde permaneci mais tempo, admirando de alto a baixo a simplesmente suntuosamente espetacular capela anglicana e ouvindo históricas explicações (postal).


Foi-nos avisado que fotografias eram proibidas no interior do castelo, mas somente do seu exterior... Mas quando vi este cartaz convidando meninos e rapazes para pertencer ao Coral da Capela, não resisti e fotografei-o, lembrando-me de meu neto David que canta nos "Cantores Minores"da Catedral Luterana em Helsinki.


O avião sobrevoando o castelo avisava-me que eu deveria apressar o passo e voltar ao Aeroporto de Gatwich...


Dirigindo-me ao portão de saída.


Mas ainda contemplando a beleza do magnífico castelo.


Já do lado de fora.


Dirigindo-me à estação de trem, últimas fotos das últimas flores antes de chegar o outono, também na Finlândia.


Uma excursão de brasileiros.


Postais da rainha do extenso reinado.


E da família real.


Moletons ingleses para turistas.


O estranho meio de transporte anfíbio para turistas mereceu uma foto.


E as últimas flores suspensas.


Uma olhada para o relógio do castelo... "quase meia-noite e o 'Cinderelo' precisa deixar o castelo imediatamente!"


E assim me dirigi à Estação de Trem Windsor e Eton Riverside rumo à Estação de Gatwich, com uma troca em Clapton Junction. Fim de passeio.

_______

THE LAST BUT NOT THE LEAST...


Por puro esquecimento, não visitei a famosa Casa de Bonecas da Rainha Mary dentro do castelo (veja mais fotos acessando o Google).


Desta vez não houve tempo de visitar Londres. Na foto, a bandeira do Brasil no grande desfile do Congresso Boundless, do qual não participei, que comemorou no mês de julho os 150 anos da fundação do The Salvation Army, hoje em 127 países. Ao fundo o Castelo de Buckingham, outra moradia da rainha Elizabeth, que compareceu à reunião inaugural do centenário do Exército de Salvação, em 1965, no Royal Albert Hall.


A Rainha parece gostar, já que usa muitas vezes o colar e brincos de água-marinha brasileira que o Presidente Getúlio Vargas presenteou-lhe por ocasião de sua coroação, no início dos anos 50.

____________

Love is a flag flying high from the castle of my heart,
From the castle of my heart, from the castle of my heart.
Love is a flag flying high from the castle of my heart,
For the King is in residence there.

[Chorus]
So let it fly in the sky let the whole world know,
Let the whole world know, let the whole world know.
So let it fly in the sky let the whole world know,
That the King is in residence there.
Faith is a flag flying high...

Joy is a flag flying high...

And others as required.

Uma tentativa de tradução para o português que fiz no ano de 1977, não tão entendida pelo fato do pouco conhecimento de que quando o rei ou a rainha estão no palácio significa que a bandeira está desfraldada no mesmo e se não estiver desfraldada significa que não se encontra no castelo ou no palácio, o que habitantes de países de monarquia o sabem muito bem:

Felicidade, o que é?
É bandeira a tremular (3x)
No castelo do meu coração!
E o mundo, assim, saberá a razão
Vendo tal bandeira a tremular;
Sou feliz, tão feliz, não posso esconder,
Pois o Rei mora em meu coração!

Três vídeos do corinho em inglês por crianças inglesas, americanas e adultos:

http://www.godsongs.net/2015/07/love-is-a-flag-flown-high-castle-of-my-heart.html
_____________________

L i n k s

- A vez anterior em que visitei Londres, em 2014:

http://paulofranke.blogspot.fi/2014/09/2-city-of-london-nostalgia-e-novidades.html

- A visita que fiz à casa de verão de Winston Churchill, em 1973, situada perto do Aeroporto de Gatwich:

http://paulofranke.blogspot.fi/2007/12/visita-casa-de-campo-de-winston.html

- Na última visita a Londres visitei também o bunker de Winston Churchill durante a guerra:

http://paulofranke.blogspot.fi/2014/09/3-escultura-das-criancas-de-nicholas.html


_______________________________

Próxima postagem:

... E a viagem continua, a um lugar onde nunca estive antes.

______________________________