Paulo Franke

01 fevereiro, 2016

Post 4 - De HELICÓPTERO, desde o Bob Hope Burbank Airport

Post 04



Deixa-me explicar... 
Depois do culto no Tabernáculo de Pasadena, e aproveitando o domingo ensolarado na Califórnia, com o céu completamente aberto, arrisquei sugerir à minha amiga incansável, Rosângela, um passeio de... helicóptero, conforme o que eu lera em um folheto.




Prestativa e esportiva, ela topou! E logo nos dirigimos ao Aeroporto Bob Hope Burbank, felizmente por ser domingo com as highways não tão congestionadas. Feita a inscrição - e o pagamento meio "salgado" - optamos pela tour mais barata e, por razões óbvias, a de menos duração.... (e o "medão"?) E assim, atravessando um hangar com alguns lindos aviões da EMBRAER...


... chegamos à pista, acompanhados e fotografados pelo piloto.


Momento de certo nervosismo, ou algo do tipo, pois, afinal, era o meu début em um helicóptero. Há 25 anos, quando vim pela primeira vez à Califórnia, o mau tempo em San Francisco negou-me a experiência.


Grace foi a primeira a embarcar.


E ficou decidido que desta vez Rosângela seria somente a nossa 
fotógrafa-em-terra.


Logo estávamos voando...


... e vislumbrando Hollywood dos ares.


Tentando equilibrar...


... a nova situação em si...


...com as explicações do hábil e simpático piloto...


...que nos ia identificando os lugares.


"Olha, Grace, o Hollywwod sign! Que bonito!"


...E o Hollywood Bowl, onde estive na primeira vez que visitei a capital do cinema, mas que agora só via de cima!


 E sobrevoávamos as tantas montanhas que circundam Hollywood.


E agora voando mais baixo.


Minha parceira de voo parecia tranquila fotografando.


Com pausa para um lindo sorriso!


E eu um selfie pra dizer que está tudo bem...


Estourando os 15min de tour (ainda bem que os minutos!)... 


... estava acabando a aventura...


... com cenários belíssimos!


Na câmera de sua mãe, Grace fotografa um lugar que lhe é familiar, não a mim.


E aterrissando...


Novamente um look no silencioso Bob Hope Burbank Airport.


E nossa fotógrafa-de-terra a postos nos aguardando.


O que achei da experiência?  
Maravilhosa, mas... como voar em uma "casca de ôvo", muito frágil, como a vida, em um sentido.


A confiança na auto-confiança e habilidade do piloto nos tranquiliza, sem dúvida. Transportando para um plano espiritual, dá-se o mesmo: vivemos fragilmente, mas a confiança na Auto-confiança e habilidade do Piloto Jesus nos sustenta na fé. E, como disse alguém: "A fé vive e faz viver!"



No final, uma foto "oficial" da Helicopter Tours (que, por eu ter o skanner avariado, teve que ser fotografada)



Sendo levado para o hotel na Sunset Blvd em Hollywood?


Não, restava-nos ainda um passeio de despedida, que mostrarei em outra postagem.

Obrigado, Senhor, por domingo tão especial!

______________

Próxima postagem:

Longas caminhadas na Calçada da Fama (Walk Fame).

Não mais no céu de Hollywood, mas agora no chão de suas estrelas!

******************************

4 Comments:

Postar um comentário

<< Home